Domingo, 10 de Março de 2013

O Wendigo

O Wendigo é uma criatura sobrenatural e faz parte da mitologia dos Algonquinos, tribos indígenas que habitam o nordeste da América do Norte.

Segundo a lenda, eles são considerados encarnações da gula, ganância e do excesso, nunca estão satisfeitos com o consumo de ‘uma pessoa’, estão constantemente à procura de novas vítimas.

Algumas culturas dizem que o homem, dominado por sua ganância, pode se transformar em um Wendigo.

Segundo os índios Algonquinos, o Wendigo é um espírito canibal que pode se transformar ou possuir um humano.

Eles dizem também que uma pessoa que pratica o canibalismo também pode se transformar em Wendigo.

Esta criatura é descrita como um ser alto, bastante magro, braços e pernas longas, cabelos brancos, ensanguentados e ralos.

Também apresenta garras bem afiadas, tanto nas mãos quanto nos pés e possui dentes pontudos e amarelos. Seus olhos apresentam coloração vermelha ou amarela e sua língua é azulada.

Sua presença é relacionada com o frio, por trazer fome e desespero. O Wendigo está sempre com muita fome e por isso ele sempre está caçando humanos.

Ele também tem preferência por determinados tipos: das crianças ele gosta da gordura, das mulheres da pele, dos homens os músculos e dos idosos os ossos.

A lenda conta que a criatura gosta de armazenar sua comida, justamente porque ele é mais comum em regiões mais frias, com invernos longos e rigorosos.

É uma criatura muito rápida, muito forte, enxerga no escuro e costuma seguir sua caça durante um bom tempo.

Ele é capaz de imitar a voz humana, choros e pedidos de ajuda, atraindo a vítima para mais perto de si. Também é responsável pela doença ‘Febre do Wendigo’.

Ele libera um odor e depois que esse odor é inalado a vítima passa a ter pesadelos, quando acorda, começa a sentir dores fortes nos membros superiores e inferiores.

A dor é tão grande que se vê forçada a ir para a floresta. É claro que jamais volta e muitos acreditam que foi devorada pelo Wendigo.

Algumas lendas sugerem que quando há ocorrência de tempestades de neve e tornados são sinais que o Wendigo está caçando, ele vive em florestas que tenham cavernas. Os indígenas usam amuletos para se proteger, também usam tampões de ouvidos para não ter que ouvir os sons do Wendigo.

De acordo com a mitologia indígena, para destruir um Wendigo é necessário queimá-lo, pois ele tem um corpo sobrehumano que lhe permite sobreviver a qualquer ferimento.

Mas ele também pode ser morto, segundo a lenda, com balas e armas feitas de prata, isso causaria uma grande dor.

Se usar uma faca, ela deve acertar diretamente o coração, depois é preciso despedaçá-lo, colocando-o em uma caixa de prata e enterrando-a em solo sagrado, como o de cemitérios ou igrejas.

Seu corpo deve ser desmembrado com um machado de prata e descartado em lugares remotos,como o fundo do mar ou precipício, separadamente, senão o Wendigo irá ressuscitar e matar seu executor

Psicose Wendigo

O termo “psicose Wendigo” refere-se a uma condição em que pessoas desenvolveram um insaciável desejo de comer carne humana, mesmo quando outras fontes de estavamalimentogos ocidentais como uma “síndrome cultural”.

Um dos casos mais famosos de psicose Wendigo envolveu um caçador de Plains Cree de Alberta, chamado Swift Runner.

Durante o inverno de 1878, Swift Runner e su disponíveis, muitas vezes como resultado de canibalismo antes de se ter fome, a psicose Wendigo é identificada por psicóloa família estavam passando fome, e seu filho mais velho morreu. A apenas 40 km de um posto alimentar: Hudson’s Bay Company. Swift Runner massacrou e comeu a esposa e os cinco filhos restantes.

A frequência de casos de psicose Wendigo diminuiu acentuadamente no século 20. Embora não haja provas materiais que sugerem que a psicose Wendigo existisse, uma série de perguntas sobre o seu estado continuam sem resposta.

Enquanto Wendigos têm sido referidos na literatura por muitas décadas (mais notavelmente em 1910, na história de Algernon Blackwood, “The Wendigo”, que apresenta a lenda da ficção de horror, o conhecido Rim of the Pit, de Hake Talbot (1944), onde é sugerido que o assassino é um Wendigo, e no romance de Stephen King, Pet Sematary), recentemente a mitologia Wendigo tem sido apresentada com frequência em filmes e séries televisivas, incluindo os filmes Wendigo, Ravenous, Ginger Snaps Back, e Frostbiter: Wrath of the Wendigo e The Last Winter, e nos episódios das séries de televisão Charmed, Supernatural, Blood Ties, e Fear Itself.

  •                                                                                                                                                                                                                             Fonte: Supernatural Brasil

publicado por Hunter às 11:06
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. A loira do banheiro

. O Wendigo

. vultos

. Pisadeira

. Crianças de olhos negros

. A Mansão Winchester .

.arquivos

. Março 2013

SAPO Blogs

.subscrever feeds